<body link="#990000" vlink="#993300" alink="#993333" leftmargin="0" topmargin="0"><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d20141090\x26blogName\x3dComic+Sans\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dBLACK\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://comic-sans.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_BR\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://comic-sans.blogspot.com/\x26vt\x3d-8453735645491252668', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>

Notícias
Homem Nerd

Desenhistas/ Quadrinhistas
Yello Jello
Inteligível
Malvados
Cadu (Homem-Grilo)
Escama de Dragão (Fabiano Pallante)
Fábio Moon e Gabriel Bá
Linha do Trem
The Perry Bible Fellowship
Tiras da Mau

Blogs
Bel
Bernardo e Cia.
Bruno (Reformatório)
Caio (Fundo)
Diana
Elisa
Elza Keiko
Fábio "Batata"
Fernando Lopes
Glauber Tanaka
Helô
Jules
Mayara Enohata




eXTReMe Tracker

 

 

quinta-feira, dezembro 18, 2008

Mudança para

http://blogcomicsans.wordpress.com

 

terça-feira, setembro 02, 2008

Insalubridade

Então, acho que provavelmente você, querido(a) um dos dois únicos leitores deste blog (além do carinha do mal citado anteriormente que, queira Deus, não deve perder tempo acompanhando o que posto por aqui) já ouviu aquele papo de mãe do naipe "abra a janela e deixe ventilar o quarto" ou "abra a janela para deixar entrar a luz do sol", né?

Pois descobri, recentemente, de uma maneira não muito agradável o que acontece quando esses conselhos (ordens) não são seguidos com a devida freqüência (digamos, bem mais vezes do que uma vez por ano)... O que me rendeu aprendizados sobre tonalidades e cheiros (que venceu até o episódio do pote de manteiga mofado).

A primeira experiência aconteceu quando eu finalmente resolvi fazer uma faxina mais caprichada no meu quarto e, nisso, pela primeira vez desde a compra da dita-cuja, aproveitei para mover uma estante para limpar e redistribuir os móveis do meu quarto (e dar um fim no caos que estava aquela dimensão paralela de amontoados de livros e revistas, além de arranjar mais espaço para oooooutra estante). Como já foi adiantado pelo título disto e pela introdução, tive o desgosto (expressado pela careta que devo ter feito na hora) de ver uma mancha negra em forma de faixa ao longo de uns cinco ou dez centímetros de altura pelo rodapé, e uma mancha verde-limão de, sei lá, uns trinta centímetros a partir da base da parte de trás da estante recém-movida.

Depois de uns dez ou vinte segundos de pânico silencioso, peguei o aspirador de pó e tirei o grosso da massa de fungo. Para retirar os remanescentes, até pedi opinião da minha roommate e do namorado dela, mas só recebi como resposta um "queima, ué". Opção descartada porque acho um desperdício jogar um móvel inteiro fora.

Solução adotada: deixar a estante com a parte mofada voltada para a janela, a fim de receber raios solares purificadores por umas duas ou três semanas.

Fim da história: a estante voltou pro meu quarto, depois de receber mais uma limpeza básica com papel toalha e álcool, e ainda estou viva.

 

domingo, agosto 17, 2008

Bienal do livro e uma de suas surpresas

Gente, não encontrei no site da editora, mas juro, juro que vi no stand da Ática/Scipione um livro chamado "A Moreninha 2 -- a missão"!!! o.O

 

sábado, junho 14, 2008

Aaaaaaaarrrrrggggghhhhh!!!!

Então... a pessoa a quem me referi na frase "mas tem uns lá que fazem qualquer coisa parecer vergonhosa" em um dos posts anteriores... encontrou este blog.

A princípio, pensei que a idéia de procurar coisas constrangedoras sobre mim veio com uma pergunta muito burra que fiz a ele sobre outra circunstância (e outra pessoa), mas... ele usou como primeiro exemplo, dentro de menos de um minuto, uma frase de um post antigão. E tirei a prova dos nove: não está entre os primeiros links que aparecem no resultado do Google. Esperto esperar eu dar um escorregão pra vir dar uma rasteira extra.

Como comentário, veio "é uma frase boa pra se usar fora do contexto" e "tem frases preciosas". Bem mais malvado e ameaçador do que o que a minha chefe disse quando descobriu este blog: "Gabi, não imaginava que você escrevesse TANTA besteira..."


 

quinta-feira, maio 08, 2008

http://www.goodreads.com/

Agora eu sei para quem pedir livros emprestados. ;D

 

terça-feira, abril 22, 2008

Nota mental: quando pegar freela para fazer em casa no fim-de-semana e feriadinho, não ficar procurando coisas tais quais "como fazer pom-pom de lã" ou "como fazer sushi de crochê" (aliás, esses sites me pareceram bem legaizinhos) na internet, além de cacarecos para acrescentar à minha wishlist, como isto (que dificilmente vou comprar, já que consigo descolar um bloquinho genérico na papelaria da FAU) — atrasa tudo.

 

domingo, agosto 05, 2007

Dúvida

Nestes últimos dias andei me questionando sobre o quão queima-filme
seriam as coisas que costumo publicar online, e principiei um processo
de deletamento de rastros online. Começando pelo fotolog. Que
realmente não me arrependo de ter apagado. Mas quando resolvi apagar
este blog, fui questionada:


Colega:
Por que seu blog está fora do ar?

Eu:
porque eu vou tentar fazer outro =D

Colega:
Ah sim. Boa sorte!

Eu:
estou tentando apagar meus rastros online

Colega:
Hauhauahua
Tão te perseguindo?

Eu:
não, não
mas não quero q por acaso alguém lá do trabalho descubra, hauhauhauhauhauah

Colega:
Hehehe, mas o que você tem pra esconder que te incrimine?

Eu:
hum... sei lá... mas tem uns lá que fazem qualquer coisa parecer
vergonhosa, huahuahuaha
bom, ainda não fizeram nada comigo
mas do que fiquei sabendo, tem uns lá q são praticamente chefões de fase
bah, acho q vou colocar de volta o blog, mesmo

Colega:
hUahuahaua, as pessoas do seu trampo procuram dados vergonhosos na net
para usar contra os funcionários? Que política de recursos humanos é
essa?

Eu:
hauhauhauhaua não, não
mas vai saber, né
nah, vou contar com a sorte
e colocar o blog de novo

Colega:
Que paranóia, Gabi! Se te consola, eu acompanho o seu blog e sei que
lá não existe nada que faça você passar mais vergonha do que você já
passa normalmente.

Eu:
huahauhauhauhaua
ah, e isso me faz sentir muito bem, heheuheuheuhe

Colega:
Disponha.